Pular para o conteúdo principal

CRLVs se acumulam na Delegacia de Trânsito

É grande a quantidade de certificados de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV) acumulados na Delegacia de Trânsito em Uberaba. São documentos devolvidos, cujos proprietários dos veículos não foram encontrados pelos Correios por não conseguir localizar os endereços. Como o CRLV é enviado com aviso de recebimento, é necessário que, além de o endereço estar correto, um morador esteja na residência para confirmar a entrega. Os carteiros, quando não encontram o destinatário da primeira vez, ainda fazem duas tentativas e então deixam um aviso informando sobre o documento na agência.

Posteriormente, não sendo retirados, tais registros são enviados ao Detran, que separa os documentos e encaminha-os à Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) da cidade de origem.

Em Uberaba, o delegado titular Joaquim Pedersen alerta aos proprietários que ainda não receberam seus documentos que procurem pela delegacia, levando o último CRLV e documento de identidade. “Somente quem estiver de posse desses documentos poderá retirar o novo CRLV, no guichê da delegacia”, disse o delegado.

Quem for abordado e não apresentar o documento atual será multado em R$53,21 e acumulará três pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Além disso, o carro será removido ao pátio do Detran. E, de acordo com o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro, conduzir veículo que não esteja registrado e devidamente licenciado é infração gravíssima, com pena de sete pontos na carteira de motorista, apreensão e remoção do veículo e multa de R$191,54.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MENINO MESTIÇO

Por: André Montandon e Verônica Furtado

Natural de Uberaba, Guilherme de Oliveira Junior, mais conhecido como Menino Mestiço é tido como uma dos grandes letristas da região. Escrevendo desde 2007, suas letras fomentam reflexão, constroem diálogos e empodera aqueles que são invisibilizados pela sociedade. Atuante na cultura Hip-Hop desde 2011 através das batalhas de MCs, em 2015 conseguiu de forma independente distribuir sua primeira mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita em Si Mesmo", contendo as canções "Cantiga de Roda", "Queijo Minas" e "Negro Não Nego" música que ficou em terceiro lugar no Festival de Música autoral de Uberaba. No ano seguinte, se consolida como promessa na região com sua segunda mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita e Vai à Luta", com destaques para os sons "Sem Sinal de Vida", "Anos 2000" e "Gatilho da Revolução. O artista também é responsável por inúmeras atividades como apresentações p…

ELEIÇÕES 2018 - CANDIDATOS CRIATIVOS DE MINAS GERAIS - PARTE II

Achou que tinha acabado né????
Confira a segunda parte da seleção dos candidatos mais criativos do nosso estado.