Pular para o conteúdo principal

BRASIL SOFRE, MAS SUPERA MURALHA POLONESA


A seleção entrou em quadra com a torcida confiante em uma jogo tranquilo e de vários gols. Mas, a realizada foi bem diferente e o brasil suou a camisa para conquistar a vitória de 3 a 1 sobre a forte seleção da polônia.

Comemoração do gol do Pivô Rocha. Fotos: Ricardo Artifon/CBFS
O JOGO:

1º Tempo - A partida começou bem equilibrada e um personagem foi fundamental para isso, o grande goleiro Polonês, que praticamente fechou a meta realizados diversas defesas. Aos 7 minutos do primeiro tempo, Renatinho carregou a bola e arriscou de longe para a bela defesa do goleiro adversário. A Polônia levou perigo ao gol brasileiro em boa troca de passes, mas o experiente goleiro Guitta praticou uma grande defesa e no rebote a Polônia carimbou a trave. Em cobrança de falta  ensaiada da Polônia, Guitta fechou o gol mais uma vez. No contra ataque, Renatinho esperdiçou uma change de abrir o placar ao tentar driblar o goleiro. Mas, o Pivô Rocha (convocado na vaga do craque Falção) chamou a responsa e abriu o placar em um chute cruzado, levantando a galera no ginásio. A seleção ainda teve mais uma oportunidade que foi evitada pela ponta dos dedos do goleiro europeu.

2º Tempo - Logo na volta do intervalo, o ala Polonês lançou um "foguete" que explodiu na trave. Na sequencia só deu Brasil, com Rodrigo ao 4 minutos, arriscando de longe; depois Douglas e Felipe aos 6min30s, e Bateria em bela jogada individual tentaram ampliar o placar, sendo bloqueados pela muralha adversária. Em seguida, um SUSTO, chute cruzado da polônia, Rodrigo tenta cortar e a bola acaba encobrindo Guitta e vai para fundo do gol - 1 a 1. O gol animou os europeus que vieram pra cima. Mas Rodrigo, não quis estragar a noite e com um belo chute de fora da área, desempatou  partida. A POLÔNIA FOI PARA O TUDO OU NADA - colocou o goleiro linha - ficou vulnerável - e em uma interceptação de bola, Gleidson, fechou o placar com um belo gol do campo de defesa, levando a torcida ao delírio.

No final da partida, batemos um papo com o Pivô Rocha e o Ala Leandro Lino. Confira:




As duas seleções voltam a se enfrentar nesse domingo às 10h no Centro Olímpico de Uberaba. E você não pode ficar de fora. Compareça e ajude a seleção conquistar mais uma vitória.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MENINO MESTIÇO

Por: André Montandon e Verônica Sousa

Natural de Uberaba, Guilherme de Oliveira Junior, mais conhecido como Menino Mestiço é tido como uma dos grandes letristas da região. Escrevendo desde 2007, suas letras fomentam reflexão, constroem diálogos e empodera aqueles que são invisibilizados pela sociedade. Atuante na cultura Hip-Hop desde 2011 através das batalhas de MCs, em 2015 conseguiu de forma independente distribuir sua primeira mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita em Si Mesmo", contendo as canções "Cantiga de Roda", "Queijo Minas" e "Negro Não Nego" música que ficou em terceiro lugar no Festival de Música autoral de Uberaba. No ano seguinte, se consolida como promessa na região com sua segunda mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita e Vai à Luta", com destaques para os sons "Sem Sinal de Vida", "Anos 2000" e "Gatilho da Revolução. O artista também é responsável por inúmeras atividades como apresentações par…

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL