Pular para o conteúdo principal

CONHEÇA AS ATRAÇÕES DO STEREO LAB FESTIVAL



A primeira edição do Stereo Lab Festival, será realizado em Uberaba no dia 20/05 (sábado) no Espaço Oliveira, a partir das 18 horas, tendo como atração principal do evento a banda Boogarins. Além dos goianos, o line up é formado pelo Broken Jazz Society, Graveola, Lava Divers, Léo Freitas e Sick; conheça um pouco sobre cada uma delas:


Boogarins é uma banda brasileira de rock psicodélico e Neopsicodelia formada em Goiânia no ano de 2012 por Fernando "Dinho" Almeida (vocais e guitarra rítmica) e Benke Ferraz (guitarra solo), tendo Raphael Vaz (contrabaixo) e Ynaiã Benthroldo(bateria).  Com 1 EP, 4 álbuns lançado (sendo 3 em estúdio e 1 ao vivo), é atualmente uma das banda brasileira com maior destaca no cenário independente no exterior. Só em 2016, a banda goiana realizou turnês pela Europa e pelos Estados Unidos. 



Broken Jazz Society nasceu da vontade de unir a aspereza das novas vertentes do rock cru e grave produzido nos desertos californianos, aos clássicos setentistas ingleses lotados de lisergia e niilismo. Assim como o nome sugere, a BJS faz um contraponto ao refinamento e sofisticação do Jazz, utilizando a epítome da representação do rock simples e direto, como elemento chave de criação. O power trio uberabense é formado por Mateus Graffunder (vocal e guitarra), Felipe Araújo (bateria) e João Fernandes (baixo).



Graveola é hoje um nome de destaque indiscutível no cenário da nova música brasileira. Com 4 álbuns lançados, 5 turnês pela Europa e passagens pela Argentina e pelos EUA.
Com rumos bem traçados na sonoridade elétrica e psicodélica, a banda da capital mineira, apresenta seu 5º álbum, "Camaleão Borboleta". Com referências de grupos como Novos Baianos, Doces Bárbaros e ritmos do maracatu, frevo, ijexá, pagode baiano e samba-reggae, o disco mostra o amadurecimento da sonoridade da banda. O grupo é formado por Bruno de Oliveira (baixo, vocais), Gabriel Bruce (bateria, vocais), José Luís Braga (voz, guitarra, cavaco), Luiza Brina (voz, percussão, cavaco, escaleta), Luiz Gabriel Lopes (voz, guitarra), Henrique Staino (saxofone, teclado, escaleta)







Léo Freitas é um dos novos nomes da música uberabense. Sua banda vem ganhando muita repercussão tanto pela sonoridade quanto pelo animação nos shows.

As canções são uma mescla de ritmos sul latinos, em seu repertório brazuca carnavaliza passando do samba/rock e MPB ao dançante "mixirica", carinhosamente apelidado. Seu som segue referências de Chico Buarque, Adoniram Barbosa, Tião Carreiro, Novos baianos, Los Hermanos e Mano Chao.





Lava Divers surgiu em Araguari/MG, e chamou a atenção por seu som sujo e barulhento, mas com melodias que grudam na mente como chiclete debaixo da cadeira. Formada por João Paulo Porto (Voz/Guitarra), Ana Zumpano (Bateria/Voz), Glauco Ribeiro (Baixo/Voz) e Eddie Shumway (Guitarra), a banda passeia entre o Lo-fi, Grunge, Shoegaze, Pós-Punk e Britpop. Eles estão em tour de pré-lançamento do novo álbum. Já lançaram três clipes e um EP com quatro faixas.



SICK é uma banda de rock instrumental de Uberlândia/MG formada por: Pedro Negreto, Raphael Tx, Guilherme Levi e Douglas Carlos. Influenciado por bandas com vertentes de composição livre e instrumentais como: Toe, Macaco Bong, Shaolin Afronauts, Snarky Puppy entre outros; a banda traz uma diversidade sonora rica, dançante e imprevisível, proveniente da mistura de diversos ritmos, estilos e instrumentos.  Lançou seu primeiro EP intitulado "Light Switch" em 2015 e atualmente a banda está produzindo seu primeiro álbum.


Esse evento promete e você não pode ficar de fora!!

Realização: Laboratório 96. Mais informações: https://pt-br.facebook.com/laboratorio96/                                                                                                https://www.facebook.com/Stereolabfestival/

- Ingressos online: sympla.com.br/stereo-lab-festival__135613
- Pontos de venda: Açaí Pôr do Sol (próximo a UNIUBE), Havaianas (Shopping Uberaba e Praça Shopping) e Incêndio Shop (centro, Uberlândia)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

UMA BREVE HISTÓRIA DE UBERABA

O povoamento da região de Uberaba teve início, no final do século XVIII, com sesmarias concedidas pela Capitania de Goiás, entre elas, a Fazenda das Toldas, ainda existente, concedida a Tristão de Castro Guimarães, e as Fazendas Santo Inácio, Ponte Alta e Bebedouro, concedidas, em 1799, ao Tenente Joaquim da Silva e Oliveira, irmão do Sargento-Mor Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira, todas estas fazendas situadas ao sul da atual Uberaba.

O povoado de Uberaba, foi fundada, em 1809, pelo sargento-mor comandante da Companhia de Ordenanças do Distrito do Julgado do Desemboque da Capitania de Goiás, Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira.
A primeira casa de Uberaba, construída pelo Sargento-Mor Antônio Eustáquio, localizava-se na atual esquina da Praça Rui Barbosa com a Rua Artur Machado, do lado esquerdo de quem desce a rua Artur Machado.

Uberaba surgiu pela migração de familias que deixaram as já esgotadas regiões produtoras de ouro, porém fracas para agricultura, da Capitania d…

70 ANOS DA ESCOLA ESTADUAL MINAS GERAIS

Fundada em 1944, a Escola Estadual Minas Gerais é uma das instituições de ensino mais tradicionais de Uberaba e completa esse mês 70 anos. Uma série de ações serão desenvolvidas dentro e fora da instituição no intuito de apresentar para a comunidade uberabense toda a sua história.
Estão sendo realizadas diversas ações como, postagem de fotos antigas de alunos e funcionários na tentativa de descobrir que são os personagens de grande história. Entrevistas com ex-alunos, elaboração de um jornal contato a trajetória do minas, a construção de uma capsula do tempo que será aberta daqui à 10 anos, entre outras.
Um destaque especial para criatividade dos grafiteiros que deram vida aos muros externo do colégio. Demonstrando a importante da intervenção artística de grafiteiros na vida urbana. 


O prédio foi construído em 1929 e até hoje mantém as mesmas características. Foi nele que funcionou o primeiro quartel militar da cidade. E desde de 2013, o Conselho de Patrimônio Histórico e Artístico d…