sábado, 18 de fevereiro de 2017

RIO DE JANEIRO CHEGA TRANQUILO E FAVORÁVEL NA FINAL


Com tranquilidade e sem perder o controle do jogo, o Rexona/Sesc/Rio de Janeiro domínio o duelo entre as campeãs nacionais e fez 3 sets a 0 (parciais de 25/10, 25/6 e 25/16), no Villa Dora (ARG), pela semifinal do Sul-Americano interclubes de vôlei feminino.

No inicio, parecia que as argentinas iriam engrossar o jogo, mas só aparentemente. Mesmo depois de abrir com 2 a 1, as hermanas não conseguiram mais ficar a frente do placar. A equipe brasileira caprichou nos saques que desmontaram a defesa argentina. E quando o Villa Dora tentava o contra ataque, estava lá o bloqueio para impedir. E sem muitas dificuldades fecharam o set em 25 a 10. O segundo set então, foi um passeio, com vitória do Rio de Janeiro por 25 a 6.

Ataque potente da ponta Gabi. Foto: Equipe zebunarede

No 3º set, a equipe argentina saiu na frente de novo; ponto a ponto o Rio conseguiu a virada em 13 a 12, o suficiente para que a técnica do Villa pedisse tempo. Mas não adianto, pois do outro lado da rede estava a central Juciely, a maior pontuadora da partida, com 12 pontos, que chamou o jogo e agitou a equipe para fechar o placar em 25 a 16, e colocar um ponto final no duelo.

Bernardinho passando instruções na parada técnica. Foto: Equipe zebunarede
No final da partida, conversamos com o técnico Bernardinho e com a atleta Gabi Guimarâes:


Com a vitória, a equipe de Bernardinho chega em mais uma final do Sul-Americano e tenta o quarto título. O Villa Dora disputará o terceiro lugar. As duas partidas serão neste sábado, na Arena Praia, em Uberlândia. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário