Pular para o conteúdo principal

ENTREVISTA COM A BANDA PATO FU

Foto: Facebook Nômade Produções 






                                                                          Uma das atrações do projeto "Diversão e Arte: música para crianças de todas as idades" realizado em julho, na Praça da Abadia em Uberaba, foi a banda mineira Pato Fu. O grupo apresentou o show "Música de Brinquedo", com a participação do grupo Giramundo. E como o próprio nome do evento diz, reuniu "crianças de todas as idades"que ficaram encantadas com a apresentação. O disco desse projeto foi todo gravado com instrumentos de brinquedo ou miniaturas, além de instrumentos ligados à musicalização infantil.

Como não foi possível realizarmos a cobertura desse belo evento. Entramos em contato com a banda, que nos concedeu a entrevista. Confira:

Zebunarede - O disco "Musica de Brinquedo" foi um sucesso de vendas e recebeu diversos prêmios. Existe a intenção de lançamento do segundo álbum?

John Ulhoa (fundador, guitarrista e produtor da banda) - Estamos preparando uma sequência sim, maturando umas idéias pra algo que esteja à altura do primeiro que foi um sucesso muito espontâneo, mas agora, acho que já carrega uma certa expectativa...

Zebunarede - Esse trabalho foi o primeiro da banda com o seu selo independente da Rotomusic. A "ruptura" com as gravadoras "tradicionais" deram uma maior flexividade para os artistas em suas criações e contato com o publico?

John Ulhoa - Acho que não no nosso caso. Liberdade artística sempre tivemos. Pode ser que seja diferente pra outros artistas, mas o que mudou pra gente foi mesmo a forma de distribuir e de promover. Talvez o Música de Brinquedo tivesse alguma dificuldade de ser aceito como projeto dentro de uma gravadora, mas pelo que nos conheço a gente faria de qualquer jeito.

Zebunarede - Qual é a opinião da banda sobre o influencia das mídias digitais na divulgação do trabalho?

John Ulhoa - As mídias digitais são mais divertidas e menos eficientes do que eram radio, tv, jornais, revistas. É muito disperso, mas ao mesmo tempo bastante acessível pra qualquer banda iniciante. Então é legal, porque você rapidamente cria seguidores, pessoas opinam sobre seu trabalho, etc. O difícil é a profissionalização do músico só a partir dessa web-fama. Ou seja, as mídias digitais hoje em dia são fundamentais, mas todos ainda estão aprendendo a usá-las.

Pato Fu. Foto: Reprodução internet

Agradecemos a banda pela atenção e especialmente ao John pela entrevista.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - INSURGÊNCIA SERTANEJA

Por: André Montandon e Verônica Furtado
Formada por Jéssica Carvalho (violão e voz), João Chiaratti (percussão, viola e voz), Karine Rodrigues (violino e voz), Maycol Mundoca (alfaia e voz) e Pedro Calota (percussão, violão e voz), a Insurgência Sertaneja é uma banda de música autoral uberabense, que trabalha os diversos ritmos melódicos e poéticos do sertão. Em uma mistura de música e poesia, a banda faz releituras de ritmos essencialmente brasileiros, fazendo uma viagem aos sertões através de ritmos como o baião, o carimbó, o congado, a moda de viola e o cordel em busca de desmistificar o sertanejo. 
Mesmo com pouco tempo de carreira, a Insurgência Sertaneja já levou a sua arte para diversas cidades do país, em festivais e eventos, dividindo palco com grandes nomes da musica brasileira.  Além do lançamento do álbum de estreia, "Meu sotaque, minha sina", em 2017.  Agora, o "bando" (como eles mesmos denominam),  prepara um super show cheio de novidades, no dia 18 …

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL