Pular para o conteúdo principal

MORRE RALPH BAER, "O PAI DO VIDEOGAME"


Morreu nesse ultimo sábado, aos 92 anos no estado de New Hampshire, EUA, "o pai dos videogames", o engenheiro alemã Ralph Henry Baer, criador do primeiro videogame do mundo, o Odyssey

Ralph Baer. Foto: Reprodução internet


Baer, nasceu na Alemanha em 1922 e se mudou com a família para os Estados Unidos em 1938, fugindo do regime nazista. Em seu novo país, ele desenvolveu, o primeiro console doméstico, originalmente batizado de "Brown Box", entre 1967 e 1969. O aparelho foi licenciado e comprado pela Magnavox, que a partir de 1972 passou a vendê-lo com o nome de Odyssey (o console era acompanhado do jogo de tênis Pong). Chegando em um ano a marca de 130 mil unidades vendidas. No Brasil, este console chegou no final da década com o nome de Telejogo e foi fabricado pela Philco e Ford.

Foto: Reprodução internet


Confira abaixo um vídeo de Ralph Baer and Bill Harrison realizando testes com o Brown Box em 1969:


Três anos depois, um game com o mesmo nome e mesma jogabilidade foi lançado pela Atari, e foi responsável por popularizar a marca mundialmente. Devido a semelhança entre os jogos, a Magnavox processou a Atari por violação de patente.

Além de criar o primeiro videogame, Baer também inventou o jogo de memória interativo Simon, popular no Brasil com o nome de Genius, marcou a infância dos anos 1980. E o responsável por criar uma pistola de luz, primeiro periférico lançado para videogames.

Foto: Reprodução internet



Em 2006, o cientista foi premiado pelo presidente norte-americano Geoge W. Bush com a Medalha Nacional de Tecnologia e indicado para o "National Inventors Hall of Fame". Dois anos depois, foi considerado o "Pai do Videogame" e ganhou o prêmio "Game Developers Choice Pioneer Award".  

Só temos a agradecer a esse grande gênio, a esse revolucionário do universo eletrônico. Tive a oportunidade de jogar a segunda versão o Odyssey 2 na minha infância, videogame que meu pai comprou quando eu tinha apenas 2 anos. Jogos como Come Come, Frogger, Formula 1 e Conquist of the World eram os meus preferidos.

Odyssey 2. Foto: Reprodução internet



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - CARNE DOCE

Por: André Montandon e Verônica Furtado
Fundada em Goiânia por Salma Jô e Macloys (Mac) em 2013, o Carne Doce é uma das mais importantes bandas do indie brasileiro. A ótima avaliação do primeiro disco autointitulado, que ocupou várias listas em 2014, foi ampliada em "Princesa", um dos mais elogiados lançamentos brasileiros de 2016.

Com apoio da Natura Musical, a banda formada por Salma Jô (voz), Macloys Aquino e João Victor Santana (guitarra), Anderson Maia (baixo) e Ricardo Machado (bateria). acabam de lançar seu terceiro disco, “Tônus”. E nós teremos a oportunidade de conferir esse novo trabalho, no dia 15 de setembro, no Laboratório 96.

Aproveitamos essa visita para bater um papo com o guitarrista Mac. Confira:

Como começou a ser desenhado o álbum Tônus e como foi o seu processo de produção?
Mac - O disco começou a ser concebido no final de 2017 pela necessidade de sucedermos o "Princesa", que ainda é um disco que caminha, ainda é "descoberto", mas que j…