Pular para o conteúdo principal

Motoristas de coletivos ameaçam fazer greve na próxima semana

Negociação salarial pode levar motoristas de ônibus a paralisarem atividades na próxima semana. A mobilização já foi aprovada em assembleia pela categoria, pois as empresas de transporte coletivo sinalizaram inicialmente com apenas 5% de reajuste. Entretanto, representantes das concessionárias se reuniram ontem com a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários e conseguiram prazo até quinta-feira (29) para apresentar nova proposta.
 
De acordo com o presidente do sindicato, Lutério Antônio Alves, a categoria quer reajuste de 10% no salário, aumento de R$300 para R$450 no tíquete-alimentação e também o fim da dupla função para os motoristas. “Hoje o profissional recebe adicional de R$10 por dia para cobrar a passagem. Ou a empresa sobe esse valor para R$20/dia ou retorna com os cobradores em todas as linhas”, afirma.
 
Até então a Líder e a Viação Piracicabana tinham oferecido somente 5% de reajuste salarial, sem contemplar as demais reivindicações. As empresas justificaram que não havia condições para aumento maior devido à redução da tarifa de ônibus – medida realizada com base exclusivamente na isenção da cobrança de PIS/Cofins por parte do governo federal.
 
No entanto, o sindicalista afirma que as concessionárias retiraram a contraproposta inicial ontem em função do indicativo de paralisação nas atividades. Prazo até quinta-feira (29) foi dado para as empresas apresentarem nova proposta para negociação com a categoria. “Não queremos chegar ao ponto de paralisar o serviço, mas a medida não está descartada. Se não tiver acordo, não resta outra alternativa”, pondera.
 
A reportagem do Jornal da Manhã tentou contato com a Líder e a Viação Piracicabana, mas os representantes não foram localizados para se posicionar sobre o caso.
 
Fonte: www.jmonline.com.br
 

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - ERVA MATT

Por: André Montandon

Uma das mais tradicionais bandas de rock independente de Uberaba, iniciou suas atividades em 1996, tendo como influência os grandes nomes do rock dos anos 80, além do fortalecimento da cena nacional.
Após 10 anos de estrada e mesmo com o grande sucesso da musica "Romeu e Julieta", decidiram "dar um tempo" na carreira após algumas frustrações.

Mas o amor pela musica falo mais alto e em 2015 eles voltaram com toda energia, com Fábio Parré na guitarra, Giovanni Dumdum na batera, Rogério Possati no baixo e Well Nandes nos vocais. Lançaram em 2017 o vídeo clipe de "Romeu e Julieta"; Esse ano,  o segundo EP em formato digital com o selo da Tratore e o vídeo clipe da musica "E vem".

Batemos um papo com baixista Rogério Possati que nos contou um pouco mais dessa história e muito mais!! Confiram:

- Do inicio em 1996 pra cá, muita coisa rolou não só com a banda, mas com a cena musical. Conte-nos um pouco da trajetória da banda? 
Rogéri…