Pular para o conteúdo principal

Manifestantes exigem do prefeito passagem de ônibus a R$ 2,50

Integrantes do Movimento Independente de Uberaba entregaram ontem pauta de reivindicações ao prefeito Paulo Piau (PMDB). O transporte coletivo é o foco principal do documento, mas também foram inseridas solicitações nas áreas de Educação e Saúde. O peemedebista não apresentou propostas aos manifestantes, que saíram do encontro apenas com a garantia de discutir a revisão da tarifa de ônibus e outras melhorias no transporte em audiência pública no início de julho.
 
A princípio, somente uma comissão formada por seis representantes se reuniria com o prefeito no gabinete. Entretanto, pouco antes do encontro, a liderança do movimento cobrou a participação de todos os manifestantes que compareceram ao Centro Administrativo. A exigência foi atendida e o prefeito ouviu as demandas de aproximadamente 70 manifestantes, em reunião com mais de três horas de duração.
 
Os manifestantes cobraram a redução da passagem para R$2,50 nos dias úteis e preço especial de R$1 aos fins de semana e feriados. O prefeito justificou que o valor dependeria de isenção de tributos municipais ou mesmo da concessão de subsídios às empresas de ônibus, o que seria inviável no momento por causa da dívida herdada do governo anterior.
 
A declaração, no entanto, foi recebida com resistência pelos integrantes do movimento. De acordo com um dos líderes, Flávio Oliveira, a proposta não é tirar recursos públicos de programas sociais para custear a passagem, mas sim diminuir a margem de lucro das empresas. Por isso, a reivindicação envolve a conferência da planilha de custos para verificar os dados utilizados no cálculo do reajuste da tarifa.
 
Após ter os argumentos rebatidos, PP propôs ao grupo marcar a data para audiência pública com objetivo de discutir os custos operacionais do serviço e o preço da tarifa. A programação foi marcada para o dia 5 de julho, a partir de 18h, no Centro Municipal de Educação Avançada (Cemea) Abadia.
 
Questionado se buscará negociação com as empresas para diminuição da margem de lucro na passagem, Piau se esquiva e afirma que os representantes da Líder e da Viação Piracicabana serão chamados para a audiência pública a fim de ampliar o diálogo. “Nessa pressão que hoje o Brasil inteiro experimenta, nós temos que conversar sobre tudo e todas as possibilidades. Quem sabe a gente acha um caminho novo”, salienta.
 
Fonte: www.jmonline.com.br
 

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

UMA BREVE HISTÓRIA DE UBERABA

O povoamento da região de Uberaba teve início, no final do século XVIII, com sesmarias concedidas pela Capitania de Goiás, entre elas, a Fazenda das Toldas, ainda existente, concedida a Tristão de Castro Guimarães, e as Fazendas Santo Inácio, Ponte Alta e Bebedouro, concedidas, em 1799, ao Tenente Joaquim da Silva e Oliveira, irmão do Sargento-Mor Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira, todas estas fazendas situadas ao sul da atual Uberaba.

O povoado de Uberaba, foi fundada, em 1809, pelo sargento-mor comandante da Companhia de Ordenanças do Distrito do Julgado do Desemboque da Capitania de Goiás, Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira.
A primeira casa de Uberaba, construída pelo Sargento-Mor Antônio Eustáquio, localizava-se na atual esquina da Praça Rui Barbosa com a Rua Artur Machado, do lado esquerdo de quem desce a rua Artur Machado.

Uberaba surgiu pela migração de familias que deixaram as já esgotadas regiões produtoras de ouro, porém fracas para agricultura, da Capitania d…

70 ANOS DA ESCOLA ESTADUAL MINAS GERAIS

Fundada em 1944, a Escola Estadual Minas Gerais é uma das instituições de ensino mais tradicionais de Uberaba e completa esse mês 70 anos. Uma série de ações serão desenvolvidas dentro e fora da instituição no intuito de apresentar para a comunidade uberabense toda a sua história.
Estão sendo realizadas diversas ações como, postagem de fotos antigas de alunos e funcionários na tentativa de descobrir que são os personagens de grande história. Entrevistas com ex-alunos, elaboração de um jornal contato a trajetória do minas, a construção de uma capsula do tempo que será aberta daqui à 10 anos, entre outras.
Um destaque especial para criatividade dos grafiteiros que deram vida aos muros externo do colégio. Demonstrando a importante da intervenção artística de grafiteiros na vida urbana. 


O prédio foi construído em 1929 e até hoje mantém as mesmas características. Foi nele que funcionou o primeiro quartel militar da cidade. E desde de 2013, o Conselho de Patrimônio Histórico e Artístico d…