Pular para o conteúdo principal

Manifestação contra o preço da tarifa de ônibus chega a Uberaba

Assim como em outras cidades do país e do Estado, o preço da tarifa do transporte público, que em Uberaba é praticada a R$2,90, também mobiliza a população a realizar uma manifestação popular, levantando ainda outras bandeiras, como a luta contra a corrupção e a PEC 37 ou PEC da Impunidade. A concentração está marcada para sexta-feira, dia 21, as 17h, mas às 16h já haverá manifestantes confeccionando cartazes com palavras de ordem na praça Rui Barbosa, no centro da cidade.
De acordo com Alex Soares, um dos organizadores, o objetivo principal é realizar uma manifestação pública totalmente pacífica. “O princípio de tudo é a mobilização dos R$0,20 de aumento no transporte coletivo de São Paulo, mas esta é apenas a base para manifestarmos contra tudo de ruim, como corrupção, a PEC 37 (que tira do Ministério Público o direito de investigação), a proposta da ‘Cura Gay’ (Projeto de Decreto Legislativo nº 234, de 2011, que prevê a possibilidade de tratamento psicológico da homossexualidade, aprovado apenas pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados), entre outros. É aberto para cada um manifestar do seu jeito, mas todos em prol de um sentido único, que o de que acordamos e agora nós temos voz”, afirma.
A mobilização pelo Facebook já conta com mais de 10.300 participantes confirmados para a manifestação, que deve partir da praça Rui Barbosa em passeata pelo calçadão às 18h. “Nossa intenção, desde o início, é realizar uma manifestação pacífica. Temos medo de algum intruso se infiltrar e causar alguma bagunça, por isso já comunicamos à Polícia Militar e à Guarda Municipal, para evitar problemas. Deixamos bem claro que a manifestação é pacífica. A ideia é que eles também se juntem a nós e não pretendemos apedrejá-los”, completa Soares.
Na página criada para divulgar a manifestação, o universitário Wilker Morais Borges, outro membro da organização, reforça a indignação contra a agressão cometida por policiais em outras cidades. “É lastimável a população uberabense pagar R$2,90 para utilizar um transporte coletivo sem qualidade, cujo preço está muito acima ao de muitas capitais brasileiras. Há superlotações em horário de pico, o não-cumprimento do horário fixado, além das intermináveis obras dos terminais rodoviários por onde os ônibus irão circular. Essas obras estão sugando toda a verba pública. A expectativa é que, junto com o prefeito Paulo Piau, possamos mostrar a nossa indignação com aquilo que ele prometeu em janeiro e não cumpriu, como averiguar as irregularidades do aumento das passagens e realizar um novo reajuste”, completa Wilker Morais.

FONTE: www.jmonline.com.br


EQUIPE ZEBUNAREDE, VAI ESTAR NA MANIFESTAÇÃO NA SEXTA, PRESENÇA CONFIRMADA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

UMA BREVE HISTÓRIA DE UBERABA

O povoamento da região de Uberaba teve início, no final do século XVIII, com sesmarias concedidas pela Capitania de Goiás, entre elas, a Fazenda das Toldas, ainda existente, concedida a Tristão de Castro Guimarães, e as Fazendas Santo Inácio, Ponte Alta e Bebedouro, concedidas, em 1799, ao Tenente Joaquim da Silva e Oliveira, irmão do Sargento-Mor Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira, todas estas fazendas situadas ao sul da atual Uberaba.

O povoado de Uberaba, foi fundada, em 1809, pelo sargento-mor comandante da Companhia de Ordenanças do Distrito do Julgado do Desemboque da Capitania de Goiás, Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira.
A primeira casa de Uberaba, construída pelo Sargento-Mor Antônio Eustáquio, localizava-se na atual esquina da Praça Rui Barbosa com a Rua Artur Machado, do lado esquerdo de quem desce a rua Artur Machado.

Uberaba surgiu pela migração de familias que deixaram as já esgotadas regiões produtoras de ouro, porém fracas para agricultura, da Capitania d…

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - ERVA MATT

Por: André Montandon

Uma das mais tradicionais bandas de rock independente de Uberaba, iniciou suas atividades em 1996, tendo como influência os grandes nomes do rock dos anos 80, além do fortalecimento da cena nacional.
Após 10 anos de estrada e mesmo com o grande sucesso da musica "Romeu e Julieta", decidiram "dar um tempo" na carreira após algumas frustrações.

Mas o amor pela musica falo mais alto e em 2015 eles voltaram com toda energia, com Fábio Parré na guitarra, Giovanni Dumdum na batera, Rogério Possati no baixo e Well Nandes nos vocais. Lançaram em 2017 o vídeo clipe de "Romeu e Julieta"; Esse ano,  o segundo EP em formato digital com o selo da Tratore e o vídeo clipe da musica "E vem".

Batemos um papo com baixista Rogério Possati que nos contou um pouco mais dessa história e muito mais!! Confiram:

- Do inicio em 1996 pra cá, muita coisa rolou não só com a banda, mas com a cena musical. Conte-nos um pouco da trajetória da banda? 
Rogéri…