Pular para o conteúdo principal

Amistoso entre Uberaba e Nacional é cancelado

Torcedores do Nacional e do Uberaba Sport terão que esperar um pouco mais para ver as suas respectivas equipes se enfrentando no estádio Uberabão. Isso porque, na tarde de ontem, ofício assinado pelo juiz eleitoral João Rodrigues dos Santos Neto, e enviado ao diretor da autarquia do estádio Uberabão, Marcelo Rossetti, pedia urgentes providências quanto ao amistoso dos times profissionais da cidade. Segundo o juiz, o intuito era de se preservar a segurança pública nos eventos que aconteceriam no Uberabão, no próximo sábado. 

Com o despacho do juiz, seguiu cópia de outro ofício da Polícia Militar, assinado pelo tenente-coronel Ademir Ribeiro, que comunicava que o efetivo da PM estará empenhado no dia das eleições, inclusive com envio de esforço para os distritos, povoados e cidades circunvizinhas, de forma que onde houver uma urna estará presente um representante da Polícia Militar.

O tenente ainda usou como exemplo a final do Amadorão, no último fim de semana, para mostrar a ação de seus homens. "Nos eventos realizados no estádio no último fim de semana tivemos a presença de praticamente todos os candidatos a prefeito e boa parte dos candidatos a vereador, o que exigiu o emprego de mais de 20 policiais militares", relatava no ofício.

O tenente se despediu relatando que a Polícia Militar não teria condições de realizar o policiamento na partida. "Em face da tropa no pleito eleitoral, comunico que esta unidade não terá condições de realizar o policiamento do evento, e prevendo a presença de vários candidatos, cabos eleitorais e correligionários, entendo ser de bom alvitre agendar nova data para a realização dos jogos, sob pena de prejuízo à ordem pública", finalizou.

Uberaba Sport. Luiz Humberto Borges, presidente do USC, recebeu a notícia na tarde de ontem e não escondeu a frustração. Segundo ele, não foi um pedido de cancelamento da partida, mas sim um pedido de providências. “A partida não está cancelada, mas sem a presença da Polícia Militar, todo e qualquer problema dentro do estádio será de responsabilidade dos clubes, e isso não é interessante para nós neste momento”, revelou. 

Luiz Humberto disse ainda que uma reunião na noite desta quinta-feira daria outros rumos para o amistoso entre Nacional e Uberaba. Segundo o mandatário alvirrubro, não existe possibilidades de se marcar rapidamente uma nova data, haja vista que as equipes se encontram no meio de competições, o que inviabiliza o amistoso. Até o fechamento desta edição, o presidente do Nacional não havia sido encontrado para falar sobre o assunto.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - CARNE DOCE

Por: André Montandon e Verônica Furtado
Fundada em Goiânia por Salma Jô e Macloys (Mac) em 2013, o Carne Doce é uma das mais importantes bandas do indie brasileiro. A ótima avaliação do primeiro disco autointitulado, que ocupou várias listas em 2014, foi ampliada em "Princesa", um dos mais elogiados lançamentos brasileiros de 2016.

Com apoio da Natura Musical, a banda formada por Salma Jô (voz), Macloys Aquino e João Victor Santana (guitarra), Anderson Maia (baixo) e Ricardo Machado (bateria). acabam de lançar seu terceiro disco, “Tônus”. E nós teremos a oportunidade de conferir esse novo trabalho, no dia 15 de setembro, no Laboratório 96.

Aproveitamos essa visita para bater um papo com o guitarrista Mac. Confira:

Como começou a ser desenhado o álbum Tônus e como foi o seu processo de produção?
Mac - O disco começou a ser concebido no final de 2017 pela necessidade de sucedermos o "Princesa", que ainda é um disco que caminha, ainda é "descoberto", mas que j…