quinta-feira, 12 de julho de 2012

Obras do restaurante espera outra licitação

A Prefeitura aguarda o envio de um relatório do Ministério do Desenvolvimento Social para dar sequência à implantação do Restaurante Popular. Isto porque está sendo feita uma vistoria no projeto do Executivo então remetido à Pasta, que foi reprovado porque o custo da obra ficou acima do estabelecido. “Tentamos mostrar que a proposta é arrojada. Eles entenderam, mas [o valor] não pode ser acima, então nós estamos modificando o projeto para fazer uma nova licitação”, revelou o prefeito Anderson Adauto (PMDB).

Antes do envio do relatório do Ministério, entretanto, a PMU não pode continuar o processo, acrescenta a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Eidi Faria, ponderando que o prédio histórico cuja área remanescente será instalado o restaurante está em obras, mas de restauro.

Ela informa que a PMU está fazendo um acompanhamento diário junto ao Ministério e Caixa Econômica Federal visando à viabilização o mais rápido possível do projeto, que vai beneficiar um número razoável de pessoas. “O Restaurante Popular dá condições aos trabalhadores que passam pelo centro de ter direito à segurança alimentar”, disse Eidi.

A previsão é de que serão servidas 1.044 pessoas/dia para o almoço, que será servido entre 11h e 14h, ao custo de R$2. “Sem dúvida é imprescindível”, ressalta a secretária, para quem será complicado concluir as obras ainda nesse governo, já que será necessário deflagrar outra licitação.




Nenhum comentário:

Postar um comentário