Pular para o conteúdo principal

Notícias da cidade

Reajuste no IPTU e na tarifa de água e esgoto


Prefeitura de Uberaba irá aplicar 10,7% de correção sobre os valores praticados no ano passado no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). O reajuste é referente aos menores índices inflacionários dos dois últimos anos. Em 2010 foi considerado o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) enquanto em 2011 aplicou-se o Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI). Incluindo a diferença da atualização do geoprocessamento cobrada no ano passado, a previsão é de que em 2011 a arrecadação do IPTU seja 16,2% maior, saltando de R$34,4 milhões para R$40 milhões.


Conforme esclarece o secretário da Fazenda, Edvar Newton Pereira, o IPCA de 2010 foi de 5,25% e, no ano seguinte, o IGP-DI de 5,18%. Como exemplo, ele considera um IPTU de R$100, corrigido por 5,25% do IPCA de 2010 dá o valor de R$105,15, e sobre este valor se aplica 5,18% do IGP-DI de 2011, chegando-se a R$110,70.

Confirmado ontem o reajuste na tarifa de água e esgoto pelo Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba (Codau). O valor, considerado um realinhamento de preço pelo presidente José Luiz Alves, representa um reajuste médio de 11,77% na conta de água e esgoto que o consumidor pagará.

Os aumentos foram aprovados pelo Comitê Municipal de Regulação Técnica dos Serviços de Saneamento (Comsab). Agora, o processo entra em tramitação para consulta pública, que deve durar quinze dias, e em seguida o decreto será publicado no Porta-Voz. Um mês depois, os reajustes das duas tarifas entram em vigor no município.

jornaldomeiodia89.blogspot.com
Como acontece todos os anos, temos mais gastos, aumentos em nosso orçamento. O salário aumenta um "troquinho" e as contas em dobro. Desse jeito não tem jeito!

Enquanto o brasileiro for lesado, não será possível um desenvolvimento social igualitário.

blogdajoice.com




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - CARNE DOCE

Por: André Montandon e Verônica Furtado
Fundada em Goiânia por Salma Jô e Macloys (Mac) em 2013, o Carne Doce é uma das mais importantes bandas do indie brasileiro. A ótima avaliação do primeiro disco autointitulado, que ocupou várias listas em 2014, foi ampliada em "Princesa", um dos mais elogiados lançamentos brasileiros de 2016.

Com apoio da Natura Musical, a banda formada por Salma Jô (voz), Macloys Aquino e João Victor Santana (guitarra), Anderson Maia (baixo) e Ricardo Machado (bateria). acabam de lançar seu terceiro disco, “Tônus”. E nós teremos a oportunidade de conferir esse novo trabalho, no dia 15 de setembro, no Laboratório 96.

Aproveitamos essa visita para bater um papo com o guitarrista Mac. Confira:

Como começou a ser desenhado o álbum Tônus e como foi o seu processo de produção?
Mac - O disco começou a ser concebido no final de 2017 pela necessidade de sucedermos o "Princesa", que ainda é um disco que caminha, ainda é "descoberto", mas que j…