Pular para o conteúdo principal

Mudança da feira de carros da Mojiana sem definição........

Instalação da Cidade Cultural na praça da Mojiana pode, de fato, significar o fim da feira de carros que é realizada no local há 25 anos. O assunto está sendo analisado pela Secretaria de Trânsito, Transportes Especiais e Proteção de Bens e Serviços Públicos (Settrans), mas os estudos ainda não apontam para uma solução definitiva. Segundo o titular da Pasta, Ricardo Sarmento, objetivo é chegar a um denominador que atenda aos comerciantes e ao empreendimento, que inclui a sede do Arquivo Público, o Museu da Imagem e do Som, o Memorial da Imprensa, a Casa do Artesão e o Museu da Viola Caipira e, portanto, irá atrair grande público à região.

“Como o centro cultural de Uberaba está se deslocando para aquela praça, com recursos financeiros e cessão de imóveis da FCA, pensou-se em fazer uma pequena modificação. Talvez seja complicado manter a feira ali, mas o assunto ainda está em estudo”, aponta Sarmento. Ele revela que terá uma reunião com os comerciantes, o vereador Samuel Pereira (PP) – que levantou a questão publicamente –, a Fundação Cultural e o prefeito Anderson Adauto.

De acordo com o titular da Settrans, as discussão visam a evitar qualquer tipo de conflito que possa vir a acontecer, já que são segmentos muito distintos, por isso a Prefeitura quer planejar tudo com antecedência. Samuel Pereira informa que a categoria já está se mobilizando contra a saída do local, através de um abaixo-assinado com mais de 600 nomes, colhido no último domingo. “A feira de automóveis da Mojiana é uma tradição. São mais de 25 anos. Os comerciantes, negociantes autônomos e lojistas não querem esta mudança”, dispara.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - ERVA MATT

Por: André Montandon

Uma das mais tradicionais bandas de rock independente de Uberaba, iniciou suas atividades em 1996, tendo como influência os grandes nomes do rock dos anos 80, além do fortalecimento da cena nacional.
Após 10 anos de estrada e mesmo com o grande sucesso da musica "Romeu e Julieta", decidiram "dar um tempo" na carreira após algumas frustrações.

Mas o amor pela musica falo mais alto e em 2015 eles voltaram com toda energia, com Fábio Parré na guitarra, Giovanni Dumdum na batera, Rogério Possati no baixo e Well Nandes nos vocais. Lançaram em 2017 o vídeo clipe de "Romeu e Julieta"; Esse ano,  o segundo EP em formato digital com o selo da Tratore e o vídeo clipe da musica "E vem".

Batemos um papo com baixista Rogério Possati que nos contou um pouco mais dessa história e muito mais!! Confiram:

- Do inicio em 1996 pra cá, muita coisa rolou não só com a banda, mas com a cena musical. Conte-nos um pouco da trajetória da banda? 
Rogéri…